E Lá Vou Eu

1988

Escolha a música e ouça o sucesso!


Ficha Técnica do Disco: 

Título: E Lá Vou Eu
Ano: 1988
Direção Artística: Wilson Souto Jr.
Produção Artística: Luiz Tedax Braga
Produção Executiva: Jailton Reis Dantas
Assistente de Produção: Mario Sergio Telles Barretto
Direção de Estúdio: Fernando Gundilack
Estídio: WR 24 Canais
Assistente de Estúdio Gilson
Arranjos e Regência: Fernando Gundliack e Nestor Madrid
Engenheiro de Mixagem: Fernando Gundilack
Técnico de Editagem: Nivaldo Roberto M. Gualassi
Supervisor de Corte: José Oswaldo Martis
Foto: Elco Carriço
Direção de Arte: Tashio H. Yamasaki
Assistente de Arte: Luiz Cordeiro
Past-Up Antonio Deliperi
Agradecimentos: Ao Bloco Mel, Olodum, Cristóvão Rodrigues, Manolo Pousada, Campany Cary, Didara, Viação Asa Branca e Sistema Nordeste de Comunicação.
Bamdamel é:

Teclados: Alejandro Fuentealba
Guitarra: Jackson Dantas
Baixo: Jailton Dantas
Bateria: Dal Braga
Percussão: Roquinho, Dito Regis
Voz/Solo: Boock Johnny, Jaciara Dantas e Janete Dantas
Coro: Banda Mel e Banda Reggae Olodum
Participação Especial: Luiz Caldas na música — Velho Mundo Novo.
Supervisão Geral: ALBERTO ALCANTARA DA SILVA

Protesto do Olodum (E Lá Vou Eu)

FAIXA 1

Autor: Tatau (Ed Sony Music)

Intérprete: Booxk Johnny




Força e pudor, Liberdade ao povo do Pelô

Mãe que é mãe no parto sente dor, e lá vou eu, oh!

Bis

Força e pudor, Liberdade ao povo do Pelô

Mãe que é mãe no parto sente dor, E lá vou eu

Declara a nação, Pelourinho contra a prostituição

Faz protesto, manifestação, E lá vou eu

AIDS se expandiu, e o terror já domina o Brasil

Faz denúncia Olodum Pelourinho, E lá vou eu

Brasil liderança, força e elite na poluição

Em destaque o terror, Cubatão, e lá vou eu, ôh!

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

E lá vou eu

Lá e cá Nordestópia, Na Bahia existe Etiópia

Pró nordeste o país vira as costas, e lá vou eu

Moçambique, hei, por minuto homem vai morrer

Sem ter pão nem água pra beber, e lá vou eu

Mas somos capazes, o nosso Deus a verdade nos trás

Monumento da força e da paz, e lá vou eu, oh

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

E lá vou eu

Atenção!!! Banda Mel vamos saldar o nosso Brasil

E salvar o Pelourinho, vamos nessa

Desmond Tutu, contra o apartheid na África do Sul,

Vem saudando o Nelson Mandela, o Olodum, ô ô

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

E lá vou eu, Banda Mel

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

Iôiôiô, lálálálá

E lá vou eu

Já fui....


Ladeira do Povão

FAIXA 2

Autor: Pintado do Bangô (Ed Latino)

Intérprete: Jacira Dantas




Se tem lavagem no Bonfim

Tem som na conceição

O swing descarrega o povão

Que vem comer churrasco de gato

Dendê em todos os pratos

Pra abraçar a colina

Timbau e tamborim

Guitarra e marcação

Serenata na levada do sambão

Água de cheiro

Água gelada

Sorriso aberto

Fita amarrada

Pra abraçar a colina

Pra dá gloria

Te dá a canção

Pela civilização

Na levada o sambão

Meu Bonfim de conceição

Meu Bonfim de conceição

De alagado, invasão

Fiz um samba em cor de neve

Ser baiano é ser alegre

Bonfim

Se tem lavagem no Bonfim

Tem som na conceição

O swing descarrega o povão

Que vem comer churrasco de gato

Dendê em todos os pratos

Pra abraçar a colina


Prá Lá de Bagdá

FAIXA 3

Autor: Boock (Ed Latino)

Intérprete: Boock Johnny




Eu vejo a Bahia

Subindo a ladeira

Sim eu vejo feliz

O povo do lugar

Eu vejo a Bahia

Descendo a ladeira

Quando a violência

Começa a imperar

Se assim não da pra viver

Não vou me aborrecer

Eu vou pra lá de Bagdá

A Bahia já foi a Capital Primeira

O palco da vida e da escravidão

Eu queria ver feliz

O povo do meu País

Já ta cansado de tanto esperar

Eu vou pra lá de Bagdá

Lá vem o povo subindo a ladeira

Cheio de alegria Bis

de vontade de viver

de ser feliz

Ô meu Brasil vê se cuida dessa gente

Tão cansada de sofrer

Não levaremos nada desse mundo

Queremos a felicidade

Não levaremos nada desse mundo

Eu quero é ser feliz

Quero ser feliz

Queremos a felicidade

Ô ô ô ô ô

Meu Brasil

Queremos a felicidade

Ô ô ô ô ô

Meu Brasil

Eu quero ser feliz

Eu quero ser feliz

Queremos a felicidade

Juro dizer a verdade

Nada mais que a verdade

Não mais que a verdade

Em nome de Alá


Velho Mundo Novo

FAIXA 4

Autor: Book (Ed. Latino)

Intérprete: Book Johnny




Velho mundo novo

Transformando à todos

Para se sentir total

Salve o sol na terra

Em forma de gente

Lentes cor de mar

Ao azul do céu

Mensageiras da paixão

Iria viajar de vez

Com a sua poesia

Por do sol

No mar desceu

Projetou nos olhos meus

Uma magia linda

Lindas cores

Revelação do prazer

Virgem linda

A revelação do meu destino

Virgem linda

Lábios de mel

Adeus

Iô iô iô

Adeus

Nesse ano novo

Quero os tesouros

Que você me prometeu

Salve o sol na terra

Gente como a gente

Livre como os olhos teus

Mensageiras da paixão

Iria viajar de vez

Com a sua poesia

Por do sol

No mar desceu

Projetou nos olhos meus

Uma realidade a verdade

Coisa rara de ver


Fraternidade

FAIXA 5

Autores: Valter Farias e Adailton Poesia (Ed Latino)

Intérprete: Janete Dantas




As vozes dos antepassados que vem do além

Pedem liberdade pra África

Sem saber a quem

São negros lutando morrendo e sofrendo

Sem saber por que

Por esta terra tão sagradas foi dadas a eles

Pela mão de Deus

Somos todos irmãos

Porque esse tal preconceito

Se somos irmãos

Vejam as marcas nas costas

São as cicatrizes

Quando lutamos por elas

Não fomos felizes

Ainda veremos Apartheid

Fora daqui

E o mundo inteiro

Cantando essa canção

Somos todos irmãos

Porque esse tal preconceito

Se somos irmãos


Bagdá

FAIXA 6

Autores: Tatau e Paulo Moçambique (Ed EMI Music)

Intérprete: Janete Dantas




Duas crianças de sangue teve que juntar

Jurando um ao outro que nunca iam se separar

A traição proclamada pelo Gran Vizir

Assassinaram o rei Ali quando ia partir

Índia fronteira sagrada com Bagdá

Osama já está cá livre e inabalar

Antes da morte Ali entregou o medalhão

E o seu filho ficou conhecido por toda a nação

E o filho de Ali fez a cena da traição

Se escondera, atrás do barco da navegação

E a rebeldia do mar, às vezes mata

O mar até se agitou

Esse é o milagre da história

Que a mãe natureza revelou

Ó Ó Ó Ó Bagdá (4 x)

E nas montanhas eu vi Ali Babá (2 x)

Em Bagdá (2 x)

Sinais da Nova Era

FAIXA 7

Autor: Book (Ed Latino)

Intérprete: Boock Johnny




Eu quero paz

Não quero guerras Bis

Quero sinas

Da nova era

Estava sentado na porta de casa

Quando eu viajei

Que estamos sentados

À beira da saudade

Levante

Sai logo daí meu irmão

Sacode a poeira

Imagine

Que não existe o paraíso

Ou uma porta aberta para o céu

Eu faria tudo, tudo

Pra você gostar de mim

Não posso te dar o céu

Ficar com o inferno pra mim

E nesse som, nesse som, nesse som

Eu vou

Fim de semana lá no morro

E eu só pesso socorro

Pra esse som acabar

Eu quero paz

Não quero guerras Bis

Quero sinas

Da nova era

Imagine

Que não existe o paraíso

Ou uma porta aberta para o céu…

Produto Nacional

FAIXA 8

Autor: Jorge Portugal (Ed Warner/Chappelli)

Intérprete: Jacira Dantas




Entre um capitulo

E outro da novela

Ôôôô

Cai uma favela

Ôôôô

Cai uma favela

Entre a ribanceira Bis

E a passarela

Ôôôô

Nada na panela

Ôôôô

Nada na panela

Como já disse o filosofo

Que eu já nem sei de co

Tudo aqui

Termina em samba Bis

Até mesmo na pior

Tudo vira cor

Lá na tela

E o Brasil assiste da janela

Entre o colarinho branco

E a mão do marginal

O produto é nacional Bis

O produto é nacional

A fora isso

É samba, é merengue

É rumba, é futebol

Doce delicia

Realidade de televisão

Quando acorda então

Escorrega

Quebra só do lado do povão

América do Sul

FAIXA 9

Autores: Jackson Dantas, Dirceu Factum e Edu Casa Nova (Ed Latino)

Intérprete: Janete Dantas




O Ilê Aiyê vai curtindo o seu reggae

Vai fazendo do seu samba

Uma forma de protesto

Segundo a norma

Dê a César o que é de César

Dê a Pedro o que é de Pedro

Dê ao negro toda África

África

África do Sul

África do Sul

Bis

E a Apartheid que faz a separação

Envolvendo muita gente

E o conflito das nações

Nem todas as águas

que habitam o oceano

não dariam pra lavar

a imundice desse mundo

África

África do Sul

África do Sul

Bis

Reggae no reggae do samba

Reggae Ilê Aiyê

África do Sul

"África do Sul Bis

Guerrileiros da Jamaica (Rumpile)

FAIXA 10

Autores: Ythamar Tropicália e Roque Carvalho (Ed Latino)

Intérprete: Jacira Dantas




Mama, mama, África

Mama, mama, África

Mama, mama, África, ié, ié

Mama, mama, África

Mama, mama, África

Mama, mama, África, ié, ié

Rumpilé rompeu tambor, ô, ô, ô, ô

Jazz e Blues, canções nagô. Ijexá

Quem ouviu não vacilou, se tocou

Africanizado está, á, á, á

Muzenza, ô, ô, ô

Guerrilheiros, ô, ô, ô, ô, ô

Iô, iô, iô, iô, iô

Iô, iô, iô, Muzenza

Mama, mama, África

Mama, mama, África

Mama, mama, África, ié, ié

Mama, mama, África

Mama, mama, África

Mama, mama, África, ié, ié

Bob Marley semeou, ô, ô, ô, ô,

E o reggae se espalhou, Muzenza

Difundiu em Salvador, se lançou

Jamaicanizado está, á, á, á

Muzenza, ô, ô, ô

Guerrilheiros, ô, ô, ô, ô, ô

Mama, mama, África

Mama, mama, África

Mama, mama, África, ié, ié

Mama, mama, África

Mama, mama, África

Mama, mama, África, ié, ié

O ABC do Patinho

FAIXA 11

Autor: Book (Ed Latino)

Intérpretes: Boock Johnny, Jaciara Dantas e Janete Dantas

Voz do Pato: Jacson Dantas




Eu sou um patinho

Vim pra brincar com você

Ô meu bebezinho

Vou te ensinar o abc

A água é a

A bola é b

A casa é c

Lindo é a felicidade

Atirei um anel no fundo do lago

Desejei pra você um mundo feliz

Criança riqueza dos lares

Sonhos e lugares

Estão a cantar

Criança riqueza dos lares

Todos os de lugares

Os filhos de Deus

Criança riqueza dos lares

Sonhos e lugares

Estão a cantar

Criança riqueza dos lares

Todos os de lugares

Os filhos de Deus

Os filhos de Deus

Os filhos de Deus

Os filhos de Deus...